A moeda Bitcoin é baseada num sistema matemático criptográfico que garante suas principais características:

  1. Segurança.
  2. Descentralização, tanto no controle, quanto na distribuição.
  3. Escassez.
  4. Outras.

A terceira característica, a escassez, é um dos fatores de geração de valor da moeda digital. Na verdade, no mundo digital, o Bitcoin pode ser considerado o primeiro produto escasso na história, já que qualquer outra “coisa” virtual pode ser replicada, copiada, duplicada etc, praticamente de forma infinita. Afinal, você pode criar quantas cópias quiser de um arquivo digital.

No caso do Bitcoin isto muda completamente. O Bitcoin, apesar de digital, é escasso: tem uma quantidade limitada e sua oferta é previsível. No total, serão 21 milhões de Bitcoins. Nem um centavo a mais, ou a menos.

O “cálculo” matemático que controla a oferta de Bitcoins na rede foi montado para que, a cada 4 anos, a quantidade de novos Bitcoins criados caia pela metade a cada novo bloco mineirado.

É nesta semana que um novo Halving ocorrerá, fazendo com que a cada novo bloco de Bitcoins mineirados, ao invés de 25 novas unidades, apenas a metade disto, ou seja, 12,5 Bitcoins, sejam acrescidos ao sistema.

Mas o que isto significa para as pessoas no mercado?

Quanto mais escasso um item valorizado no mercado, maior tende a ser seu preço. Ou seja, o preço do Bitcoin em relação a outras moedas como o Dólar, ou o Euro, deve aumentar consideravelmente.

Na verdade esta valorização já vem ocorrendo consistentemente nas últimas 6 semanas, por diversas razões:

  1. Elevação no número de transações com Bitcoin. Quanto mais pessoas usando a moeda, mais valor ela tem para mais e mais indivíduos.
  2. Falta de credibilidade das demais moedas. Ações de governo, como o BC Europeu, o BC da China e o FED, que têm elevado a base monetária das moedas que controlam de forma indiscriminada, levam milhões de indivíduos a duvidar da economia destes países. O Bitcoin, por não ser controlado por nenhuma entidade, passa a ser uma alternativa muito interessante de manutenção de riqueza.
  3. Proximidade do Halving.
  4. Outras.

Por outro lado, as empresas que atuam no mercado de mineiração de Bitcoins (atividade que utiliza poder computacional para realizar cálculos matemáticos. A máquina que resolve um problema matemático primeiro, é remunerada pela rede Bitcoin com 25 unidades), podem ter sua lucratividade pressionada, já que ganharão a metade das moedas com a mesma capacidade instalada.

Desta forma, é possível que vejamos mudanças neste mercado, com fusões e aquisições, e também com a saída de empresas que não consigam se manter viáveis.

Dica do Libertas Bank

Nós do Libertas Bank apostamos na valorização do Bitcoin, em direção aos U$1.000,00 nos próximos 6 meses.

Em resumo: compre e seja feliz. 😄